As 42 Purificações de Ma’at

1 – Saudações Caminhante, que vem de Iunu, Grande Ptah, Eu não causei Isfet.

2 – Saudações Aquela que abraça o fogo, Het-hert, Eu não roubei.

3 – Saudações Aquela de longo bico, Nekhebet, Eu não cultivei inimigos.

Cultivar inimigos no sentido de manter inimizades e rancores em sua mente a ponto de transformar uma simples discussão em uma inimizade eterna.

4 – Saudações Devorador das Sombras, Khonsu, Eu não matei, eu não matei.

Khonsu, Senhor da Lua, é aqui chamado de devorador das sombras, pois é exatamente isso o que a Lua faz.

5 – Saudações, Senhora da Faca Terrível, Naunet, Eu não desobedeci as leis.

Estas podem ser consideradas as leis de seu país, as leis de seu Deus.

6 – Saudações Leões dos Céus, Shu e Tefnut, Eu não distorci minha voz.

No sentido de não trair seus próprios valores. Shu e Tefnut, senhores do ar e da umidade, são os leões do horizonte, o ontem e o hoje e são representados como dois leões sentados de costas um para o outro. Um olha para o leste, o Hoje. E o outro olha para oeste, o Ontem.

7 – Saudações Senhor dos olhos de fogo, Wepwawet, eu não tomei nada que pertencia aos Deuses.

8 – Saudações Flamejante, Aset, Eu não falei mentiras.

9 – Saudações quebrador de ossos, Sobek, Eu não me apropriei de oferendas sagradas.

10 – Saudações Chama Brilhante, Sekhmet, Eu não odiei a mim mesmo.

11 – Saudações Senhor do Amenti, Wesir, Eu não fiz sexo com crianças.

Muitas traduções deste texto colocam-no como “eu não fiz sexo com garotos” e utilizam-no para pregar contra o homossexualismo. Mas os hieróglifos usados nesta purificação simbolizam crianças, não apenas meninos.

12 – Saudações Face do Dia, Senhor Rá, Eu não aceitei suborno.

13 – Saudações Bast, Eu não comi meu coração.

Para os antigos egípcios, o coração era o centro da vida, das emoções e até mesmo da mente. Quando enchemos nossos corações com emoções negativas como raiva, ciúmes, desejo de vingança, auto-piedade e medo, nossos corações deixam de ser capazes de se alimentar das coisas que alimentam nosso Ka. Então, ao invés de alimentar nosso Ka com o pão de Ma’at, nos entupimos de sujeira. E nossos corações, incapazes de se alimentar apropriadamente voltam-se para dentro e começamos a nos devorar por dentro, lentamente a princípio, mas depois cada vez mais rápido.

Comer seu coração significa deixar-se ficar faminto de Ma’at, voltar-se contra si mesmo até que não sobre nada a não ser uma casca vazia. Não devemos nos consumir, não por orgulho, ou por ciúmes, baixa auto-estima ou raiva. Não devemos deixar espaço em nossos corações para este mal crescer lá dentro. Devemos nos permitir encher de amor e aceitação.

14 – Saudações Senhor do Deserto, Set, Eu não poluí meu caráter com falsidade.

15 – Saudações, Aquele que engole o sangue, Imset, Eu não extorqui.

16 – Saudações, Aquele que engole os intestinos, Qebshenuef, Eu não tirei de terras cultivadas.

Pode parecer algo sem sentido para os dias de hoje, mas o verdadeiro sentido desta purificação é Eu não me apropriei dos frutos do trabalho alheio.

17 – Saudações Senhor de Ma’at, Djehuty, Eu não traí segredos.

18 – Saudações, Aquele que anda para trás, Duamutef, Eu não falei mais do que devia.

19 – Saudações Senhora da história, Seshat, Eu não discuti sem razão.

20 e 21 – Saudações Maligno, Serpente Apep, Eu não cometi adultério. Eu não fiz sexo com a mulher de outro homem. Eu não fiz sexo com o homem de outra mulher.

O verdadeiro significado desta purificação é manter os votos sagrados feitos por amor. Trair uma pessoa que te ama é trair o amor. E o amor é sagrado.

22 – Saudações senhor da fertilidade, Min, Eu não fiz sexo descuidado.

23 – Saudações Heru-wer, Eu não aterrorizei outras pessoas.

24 – Saudações, Vencedor Sagrado, Sokar, Eu não me desviei do meu caminho.

25 – Saudações Senhor do Caos, Nun, Eu não me permiti controlar pela raiva.

26 – Saudações Jovem Guerreiro, Heru-sa-Aset, Eu não negligenciei Ma’at.

27 – Saudações Senhor Velado, Amun, Eu não causei sofrimento deliberado.

28 – Saudações Força da magia, Heka, Eu não caluniei.

29 – Saudações Palavra Sagrada, Nit, Eu não causei tumulto

30 – Saudações Senhor das faces, Haapi, Eu não fui impaciente.

31 – Saudações Fazedor de Planos, Khepera, Eu não ouvi demais.
No sentido de tentar descobrir segredos alheios.

32 – Saudações, Senhor dos Chifres, Khnum, Eu não falei o que não devia.

Para os antigos egípcios, o mundo foi criado através das palavras. Palavras são Heka, são poder. Esta purificação traz o duplo sentido. Primeiro é necessário ter cuidado com o que falamos, com o peso de nossas palavras. Segundo, devemos aprender a manter o silêncio, aprender a calar.

33 – Saudações Nefertem, Eu não fiz mal a mim mesmo.

34 – Saudações Senhor da Terra, Geb, Eu não traí meu país.

35 – Saudações Senhor do Nilo, Hapi, Eu não polui as águas.

36 – Saudações Ihy, Eu não exaltei minha própria voz.

No sentido de Eu não usei minha voz ou minhas palavras como uma arma.

37 – Saudações Wadjet, Eu não desrespeitei os Deuses.

38 – Saudações Taweret, Eu não causei dor.

39 – Saudações Nebt-het, Eu não destruí templos sagrados.

40 – Saudações Senhora Sagrada, Mut, Eu não desrespeitei os ancestrais.

41 – Saudações Senhor do Julgamento, Yinepu, Eu não tirei da boca das crianças.

No sentido de não deixar crianças passando necessidade.

42 – Saudações Senhora Branca, Nut, Eu não desrespeitei o sagrado alheio.

Lembre-se de seus Deuses em primeiro lugar. Todo o resto vem depois.