Yinepu (Anúbis)

Yinepu é uma das divindades mais antigas das Duas Terras de Kemet. Inicialmente ele era o Grande Senhor dos Mortos de Kemet, Mestre supremo do Duat (mundo dos mortos kemético). Com o tempo, a medida em que o culto a Wesir crescia e os mistérios de Wesir e Aset foram ganhando adeptos entre as dinastias dos reis de Kemet, Wesir foi assumindo muitos dos aspectos de Yinepu, como Senhor dos Mortos e Senhor do Salão do Julgamento das Almas. Mas Yinepu nunca deixou de ser aquele que pesa os corações dos homens.

Nos textos keméticos mais antigos, os textos das pirâmides, temos várias versões sobre quem seriam os pais de Yinepu. Em alguns deles, ele é considerado filho de Rá, em outros, filho de Het-hert ou até mesmo Bast. Mas a versão que ficou mais conhecida é aquela em que ele é considerado filho de Wesir, fruto de uma noite de infidelidade com Nebt-het.

Dentre todas as divindades de Kemet, apenas Aset e Yinepu sempre tiveram livre trânsito entre os mundos. Ao mesmo tempo em que atua no mundo dos vivos como guardião, guia e protetor, Yinepu é o Grande Príncipe do Submundo, reinando com Wesir sobre todos os mortos.

Para aqueles que seguem as crenças de Kemet, é Yinepu quem vem buscar as almas dos que partiram e as leva para o salão do Julgamento, onde a alma fará as 42 confissões negativas e seu coração será pesado contra a pena de Ma’at.Se for considerada inocente, se o coração for mais leve do que a pena ou tão pesado quanto esta, a alma estará livre para reencarnar ou seguir qualquer caminho que deseje. Se for considerada culpada, se o coração for mais pesado do que a pena, cabe a Yinepu entregar o coração para ser devorado por Ammit, uma criatura formada por partes de hipopótamo, crocodilo e leão, que devora as almas que não mostraram seu valor, lançando-as na inexistência, removendo sua identidade e devolvendo-as ao pool de material amorfo de onde os deuses fazem novas almas.

Para os vivos Yinepu é um Guia e um Grande protetor, pois ele é o guardião de nossos caminhos. Os antigos keméticos colocavam estátuas de Yinepu nas tumbas de seus reis porque é considerado também um grande protetor de tesouros. Ele protege tudo aquilo que é importante para quem pede sua ajuda.