Ran

Ran é a Senhora do Submundo, Deusa do Oceano e das Tempestades, Senhora do Caos, das Sombras e dos Mistérios. Ela é o que vai oculto por trás dos espelhos, a sombra que te espreita na escuridão, o silêncio aquoso do ventre e frio do túmulo. Ran é nascimento e morte, é fúria e quietude, é paz e contentamento.

Ela é a Senhora do Oceano primordial da vida neste planeta. Mas é Ela quem recebe essa mesma vida em decomposição para seu descanso e transformação. É Ela quem nos garante o eterno retorno, pois em seus domínios podemos relaxar e nos renovar. Ela é a senhora do Sono assim como é a senhora da Morte. Do sono, surgimos renovados, da Morte surgimos renascidos.

Muitos a temem, pois temem a entrega que Ela exige, o depor das armas aos Seus pés. Eles temem perder-se Nela de forma tão completa que não possam encontrar novamente o caminho rumo a si mesmos. Tolos que são, pois Ran é o caminho.

Ran é o cinza daqueles que conhecem sua Luz e suas Trevas e escolheram seguir o caminho do meio. Ran é a magia dos que transformaram sua sombra em sua maior aliada. Ran é o gozo dos que se entregam à noite e ao prazer de serem predadores e se aceitarem como tal. Filhos de Ran não são pessoas doces ou gentis, são criaturas da noite, mortais e perigosas, pois o caminho de sua Deusa não é fácil e não é para os fracos e medrosos. O caminho daqueles que percorrem a noite nunca é.

Ran é o mistério da Magia feita de sombras e ilusões, lâminas e garras. Ran é a força dos que conhecem o caos e sabem usá-lo. Ran é a mãe que te ensina e até te manda ir embora para que você saiba sempre que tem para onde voltar. Ran é o ninho.. Ran é a Rainha Negra, plena de força e beleza, aquela que gira a Roda que há por trás da Roda, aquela que nutre a árvore que há embaixo da árvore, aquela que nutre a alma de guerreiro e predador que temos por trás de nossa máscara humana de civilidade. Ran é gata e é pantera. Ran é a mãe terrível que protege suas crias com fúria avassaladora mas que também é capaz de sacrificar uma de suas crias para garantir a sobrevivência das demais. Ran é a professora que te deixa aprender com seus erros porque sabe que o melhor aprendizado vem de fazer por si mesmo.

Ran é o segredo. Ran é a senhora dos venenos e daqueles que têm a coragem e o sangue frio de usá-los. Mas uma senhora de venenos é também uma curadora e Ran é uma Deusa da Cura e concede a seus filhos o dom de curar. Cura física, por meio dos mesmos venenos que tanto nos fascinam, cura emocional já que recebemos Dela o dom de conhecer o coração das pessoas, cura espiritual pois nosso chamado a serviço sempre inclui ensinar e auxiliar e cura mental e social, pois somos capazes de ajudar as pessoas a encontrar quem são e a se aceitar. Somos curadores porque nossa mãe Ran nos ensina que as sombras e a noite também acalentam e protegem.

Faces de Ran:

  • A Senhora do Oceano.
  • A Senhora dos Mortos
  • A Senhora das Tempestades
  • A Curadora
  • A Senhora dos Venenos
  • A Senhora dos Sonhos
  • A Senhora das Lâminas
  • A Rainha dos Ventos
  • A Grande Sereia
  • A Pescadora
  • A Protetora dos Tesouros
  • A Senhora do Farol
  • A Guardiã dos Mistérios