Servir Aset

O que significa ser uma Sacerdotisa de Aset? O que significa consagrar seu sacerdócio a uma Deusa? E principalmente a esta Deusa em especial? O que significa servir Aset?

Em primeiro lugar significa cabeça erguida! Não se deixe abater, não abaixe a cabeça, jamais permita que façam você pensar menos de si mesmo por fazer o que considera correto. Aset exige respeito de seus sacerdotes e sacerdotisas. Respeito a ela? Sim, mas antes de tudo, respeito por si mesmo.

Servir Aset também significa estar em constate processo de autoconhecimento e aperfeiçoamento pessoal. Aset não admite a mediocridade. Como ela mesma me disse um dia: “A mediocridade, minha filha, é o mais terrível dos destinos.”

Servir Aset significa estar preparado para mudanças e para mudar as vidas de outras pessoas. Aset não permite a estagnação. Ela está em constante movimento, é uma Deusa muito, muito ocupada e não aceita menos de seus sacerdotes e sacerdotisas.

Servir Aset é estar comprometido com um caminho de amor próprio e independência. Aset é uma soberana, uma Grande Rainha e não admite qualquer tipo de escravidão, seja um vício, um emprego, um relacionamento, um hábito destrutivo.

Servir Aset é fazer magia. Existem Deusas que aceitam um culto apenas devocional, mas Aset é Grande Senhora da Magia, ela faz questão que seus filhos saibam fazer magia e sejam competentes disso.

Servir Aset é ser um tecelão de seu próprio destino e do destino das pessoas ao seu redor. Um dos símbolos de Aset é o nó Tet, um símbolo de união e criação. A própria Aset é chamada de Tayet, a Tecelã e diz-se que foi ela quem ensinou as mulheres a tecer. Não apenas tecer com linha e agulha, mas com a magia, com as palavras.

Servir Aset é manter e honrar sua palavra porque Aset é Weret Hekau, Grande em Magia, a Grande Palavra. Ela nos faz perceber o valor de nossas palavras e a importância de usá-las do jeito certo.

Servir Aset é ser autêntico, porque ela não aceita menos. Ela não gosta de seguidores, daqueles que seguem o bando, que fazem o que todos fazem por não ter coragem de fazer diferente. Ela não admite que você faça algo com que não concorda apenas porque todos estão fazendo ou porque é “socialmente aceitável”.

Servir Aset é ser fiel a si mesmo, a seus valores e princípios, a suas crenças e seus objetivos. É não desistir do que você quer e lutar, com todas as suas forças e armas para conseguir.

Mas servir Aset é também sentir as asas dela ao seu redor com um manto, te protegendo quando você precisa, te dando força quando é necessário. É receber sempre uma resposta quando você tem alguma dúvida ou precisa de alguma coisa, mesmo que não seja a resposta que você estava esperando.

Servir Aset é sentir-se acolhido, é saber que você faz parte de algo mais importante, é ser aceito como você é.

Servir Aset é ser protegido pela mais poderosa feiticeira de todos os tempos. Aquela que foi capaz de descobrir o nome secreto do grande Deus da Criação e adquiriu poder sobre ele.

Servir Aset é ter a magia nas pontas de seus dedos e lábios, asas em suas costas e poder em cada fibra de seu ser.

É por isso, por tudo isso que eu sirvo Aset, hoje e sempre.

O Templo de Aset (Blog da Aileen e do Mário)