Gefjion

Gefjion é uma das deusas do panteão nórdico, mais especificamente uma deusa do povo Wanen. Um povo o qual celebravam a fertilidade, a prosperidade, o prazer na sua totalidade, o sagrado da sexualidade em ênfase e as coisas belas.

Há referências de Gefjion também pelo povo Aesir que a enxergavam como uma giganta e como a Virgem Donzela, Padroeira das Virgens, sendo também uma Deusa da terra.

Para os Wanen, Gefjion é a Grande Senhora dos Dragões. Alguns clãs de dragões são mais expressivos no culto a Gefjion, mas ela é a Rainha de todos eles. Um clã que aparece bastante são os dragões da lua, pois a própria Gefjion é uma deusa de natureza lunar. Gefjion é, portanto uma deusa dragonesa e lunar. Ela governa os dragões os quais são os Senhores das veias da Terra e são responsáveis por grandes funções para a manutenção das coisas no universo e das energias de ordem e de caos. Por Gefjion governar os dragões e, por eles serem os que regulam a energia que circula nas veias energéticas do planeta, Gefjion também é a Senhora dos Ciclos e das Colheitas. Ela é também uma Senhora da terra.

Os tipos de magias relacionadas a Gefjion são magia draconiana (Dragon Magick), magia lunar, magias relacionadas ao elemento terra, magia de ciclos, magia de polaridades (energias de ordem e de caos) e magia rúnica.

A deusa possui várias formas de aparência. Ela pode parecer com uma mulher belíssima de aparência européia que transmite uma presença atemporal e etérea. Uma mulher de cor de pérola, olhos azuis bem vívidos e claros, cabelos longos e de cor de prata, alta e magra. Usa jóias de prata bem elaboradas e ricas, sendo uma jóia bem característica uma tiara de prata lunar ou tiaras simplesmente. Ela usa vestidos e túnicas longas, esvoaçantes de cores prata, branco, azul claro, azul marinho e preto. A Deusa pode aparecer com a forma de dragonesa grande, bela, de traços delicados de cor branca, prateada e/ou perolada. Não há uma aparência correta e podem haver outras formas de Gefjion. Na Alemanha, há representações da Deusa em estátuas. Há estátuas dela arando a terra com o auxílio de bois ou dela guiando uma carruagem com bois. Uma referência ao culto da terra e da agricultura da Deusa.

É uma Deusa que pode ser tão serena e calma para quem a cultua quanto pode ser certeira e implacável quando algo precisa ser mudado e/ou feito. Somente quem já conversou com dragões, os cultua e os respeita compreende a profundidade da natureza dessa Deusa.

Uma Ficha Técnica para a Deusa Gefjion

  • Elemento: Terra.
  • Local: Alemanha e outros Países Nórdicos.
  • Dia de Celebração: 14/02.
  • Dia da semana: 2ª feiras.
  • Ciclos sazonais: Primavera e Outono.
  • Símbolos: Lua, Tiara lunar, cornucópias, sementes, produtos da terra, arado e ferramentas agrícolas.
  • Seres Mágicos: Dragões, por excelência.
  • Animais: Boi, Vaca.
  • Ervas: geralmente relacionadas à Lua e ao elemento terra – Artemísia, Jasmim, Rosas Brancas, Manjericão, Manjerona, Sangue de Dragão e tubernáculos.
  • Flores: Rosas brancas, Dama da Noite, Lírio branco, Tulipa branca.
  • Pedras: Pedra da Lua, Madrepérola, Selenita, Calcedônia, Opalina, Opala, Dolomita, Diamante, Zircônia.
  • Metais: Prata e Platina.
  • Velas: Branca e Prata.
  • Cores: prata, branco, azul celeste, azul marinho, verde e preto.

One thought on “Gefjion”