Deusa Madrinha e Deus Guia

Os Deuses estão no centro do sacerdócio de qualquer bruxo e, por isso, um dedicado pode escolher um Casal Sagrado para guia-lo durante seu processo de dedicação. Damos a este Casal Sagrado o nome de Deusa Madrinha e Deus Guia e seu papel é dar suporte ao dedicado durante este período de sua vida, servir como conselheiros, guias e professores. Essas Divindades também influenciarão o “tom” geral da dedicação, por isto o bruxo deve levar em conta alguns aspectos para escolher quem será seu casal sagrado.

O primeiro aspecto a ser levado em consideração são as influências que os Deuses padrinhos vão trazer para você. Tenha sempre em mente equilibrar características suas com as Divindades que está escolhendo. Se você é uma pessoa passiva e inercial, escolha Deuses vigorosos, como associados à guerra, ao trabalho e à estratégia. Se você tende a ser uma pessoa muito cheia de energia e distraída, escolha Divindades do Submundo, associadas com a introspecção. Preferencialmente, escolha um casal do mesmo panteão, mas se você não conseguir se decidir, converse com seu mentor sobre opções.

O segundo aspecto a se considerar é como você fará para decidir seu Casal Sagrado. Bruxos sem nenhum tipo de conhecimento prévio sobre os Deuses Antigos devem pesquisar uma Deusa e um Deus em livros e na internet usando o critério do equilíbrio das características de sua personalidade. Bruxos com alguma experiência devocional podem pedir sonhos que indiquem as Divindades a serem escolhidas. Mesmo que você já tenha Divindades de devoção, faça a uma pesquisa e decida racionalmente a Deusa Madrinha e o Deus Guia mais adequados para você. Quer seja uma escolha racional ou uma questão de afinidade, você deve pedir um sinal dos Deuses que confirme a adequação da sua escolha.

Apesar de estarmos sugerindo um processo de decisão racional, normalmente são os Deuses quem escolhem o dedicado (não o contrário). Se houver Divindades interessadas em te apadrinhar durante sua dedicação, você logo receberá sinais indicando que Deuses são esses. Lembre-se que é parte das tarefas da Lua 0 reportar ao seu mentor os motivos da sua escolha e os eventos que interpretou como um sinal afirmativo de que aqueles Deuses aceitaram te apadrinhar durante sua dedicação.

Dylan Siegel