Set

Set fala: “Eu me lancei aos céus quando o ser primordial se lançou. Eu sou a mudança que pega o mundo de surpresa e força até mesmos os Deuses a refazerem seus planos.”

Set é o senhor dos poderes terrestres, personificados pelos metais ferro e chumbo e por seus instrumentos, entre eles, as facas cerimoniais do rito de abertura da boca. Os poderes de set são aqueles que governam as leis essenciais na terra e na própria forma mortal.

A energia de Set impõe limites físicos ao movimento e pensamento. Sua influência traz períodos de paralisação e atrasos, mas seus poderes desaparecem quando as leis naturais são obedecidas. Set pode ajudar em situações de saúde onde foi feito um diagnóstico incorreto ou quando os sintomas estão mascarando o verdadeiro problema. Ele fará com que a verdade da situação venha à tona.

Deus Set

Set pode ajudar a expor seus adversários e ajudar quando você for confrontado com situações insolúveis. Ele traz resistência mental e vigor, permitindo que alguém enfraquecido retorne com toda a força. Set é o deus da ação instintiva.

Set representa uma qualidade do Universo que pode ser definida como: a oposição leal – a força que faz com que sejamos o que somos, nos tornemos quem devemos nos tornar, quer gostemos disso ou não. Ele é o irmão gêmeo de Heru-wer, uma outra manifestação das forças agressivas e masculinas no universo, e juntos ele moldam o mundo no que ele tem que ser.

Enquanto Heru-wer lida com a justiça e com a ordem estabelecida, Set age nas situações em que algo tem que acontecer “seja de jeito for” e é aí que ele é caracterizado como diabólico ou “o mal”.

Set representa o Caos inerente na mudança uma das coisas mais assustadoras que os humanos conhecem. Ele é conhecido e representado pelas tempestades: um caos planetário necessário sem o qual o clima não seria regulado. Ele é também o deus dos lugares perigosos e predominantemente o deserto seco, infértil e inóspito, que é a razão pela qual ele matou Wesir.

A morte de Wesir foi uma reação à introdução da morte no mundo. Sem a morte de Wesir, os mortos não teriam um governante ou uma ponte entre os mundos. Wesir foi voluntário para ser transformado neste governante. Set era o único Deus forte o suficiente para realizar a tarefa. Ele é o único Deus conhecido por matar outro Deus.

Então, embora pareça caótico, Set ainda serve Ma’at.

Texto de Naelyan Wyvern